O sistema de arrefecimento é a peça central do sistema que regula a temperatura do motor.

A checagem dos componentes do sistema de arrefecimento é fundamental para o bom funcionamento do carro. Nem muito quente nem muito frio. É assim que o motor deve funcionar para garantir a segurança e conforto dentro do carro.

Para assegurar essa temperatura ideal, o sistema de arrefecimento deve estar em pleno funcionamento, além de o aditivo usado ter que ser de qualidade, cada um dos componentes que fazem parte dele deve estar em perfeito estado. Qualquer descuido pode comprometer todo o conjunto.

A movimentação do líquido de arrefecimento é fundamental para a troca do calor gerado na combustão, mantendo assim a temperatura ideal de funcionamento do motor, proporcionando maior durabilidade, menor desgaste, menor índice de emissões de poluentes e melhor desempenho.

Preventiva e diagnostico: Recomenda trocar a bomba a cada 50 mil km. Na troca preventiva ou corretiva, a fabrica alerta que o líquido de arrefecimento deve sempre conter aditivo, na proporção correta.
Nunca deve utilizar somente água, pois poderá causar corrosão, não somente na bomba d’água, como em todo o sistema, além de provocar cavitação em alguns casos.
O nível de líquido no reservatório de expansão deve ser verificado constantemente, com o motor frio, para identificar possíveis vazamentos e corrigi-los imediatamente.

Atenção para a luz indicadora de temperatura do motor, vazamentos, ruídos e folga no rotor da bomba.
Algumas peças que fazem parte do sistema de arrefecimento: Reservatório de expansão, tampa de reservatório, válvula termostática, radiador, ventoinha, bomba d’água.